IPCG - Instituto Português de Corporate Governance
Adesão >>
Segunda, 16 de Janeiro de 2017
    Login    IPCG - Instituto Português de Corporate Governance

Instituto Português de Corporate Governance > Conceitos Básicos cGov
versão para impressão enviar por e-mail
  

Defina-se corporate governance

A corporate governance tem sido objecto de um forte interesse público devido à sua aparente importância para a saúde económica das empresas e da sociedade em geral. No entanto, o conceito não se encontra ainda bem definido, já que, potencialmente, abraça um vasto número de fenómenos económicos distintos. Como resultado, pessoas diferentes avançaram diferentes definições que reflectem, basicamente, os seus interesses particulares na matéria. É difícil pensar que esta "desordem" venha a esclarecer-se no futuro, pelo que a melhor forma de definir o conceito seja talvez oferecer uma pequena lista das diferentes definições, ao invés de nos cingirmos a uma apenas.

1. "A corporate governance é uma área da economia que investiga a forma de garantir/motivar a gestão eficiente das empresas, utilizando mecanismos de incentivo como sejam os contratos, os padrões organizacionais e a legislação. O que frequentemente se limita à questão da melhoria do desempenho financeiro, como, por exemplo, a forma como os proprietários das empresas podem garantir/motivar os gestores das empresas a apresentarem uma taxa de retorno competitiva", www.encycogov.com, Mathiesen [2002].

2. "A corporate governance lida com as formas como os financiadores das empresas garantem que recebem o retorno dos seus investimentos", The Journal of Finance, Shleifer e Vishny [1997, página 737].

3. "A corporate governance é o sistema através do qual as organizações empresariais são dirigidas e controladas. A estrutura da corporate governance especifica a distribuição dos direitos e das responsabilidades ao longo dos diferentes participantes na empresa - o conselho de administração, os gestores, os accionistas e outros intervenientes - e dita as regras e os procedimentos para a tomada de decisões nas questões empresariais. Ao fazê-lo, fornece também a estrutura através da qual a empresa estabelece os seus objectivos e as formas de atingi-los e monitorizar a sua performance", OCDE [Abril de 1999].

4. "A corporate governance - que, de uma forma restrita, pode ser definida como a relação da empresa com os seus accionistas, ou, de uma forma mais alargada, com a sociedade em geral...", extracto de um artigo publicado no Financial Times [1997].

5. "A corporate governance tem a ver com a promoção da justiça, da transparência e da responsabilidade das empresas", J. Wolfensohn, presidente do Banco Mundial, citado num artigo do Financial Times [21 de Junho, 1999].

6. "Alguns comentadores assumem uma visão muito estreita e afirmam que a corporate governance não é mais do que um termo rebuscado para descrever a forma como os directores e auditores das empresas tratam as suas responsabilidades para com os accionistas. Outros utilizam a expressão como se fosse sinónimo de democracia dos accionistas. A corporate governance é um tópico formado recentemente e, como tal, ainda pouco definido e, consequentemente, com fronteiras imprecisas... a corporate governance é um tema, um objectivo ou um regime a seguir para o bem dos accionistas, dos empregados, dos clientes, dos bancos e, certamente, da reputação e posição do nosso país e da sua economia", Maw et al. [1994, página 1].


Fonte: www.encycogov.com

 

© PortalExecutivo 2002. Todos os direitos reservados.
 
 
IPCG©2017 Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Angulo Sólido
Form - Mapa do Site - Parceiros - Política de Privacidade - Termos de Utilização
cGov